Barra
Connect with us

Geral

Brasil hoje tem quase um milhão de criativos empregados

Published

on

Denilson Shikako, CEO da Fábrica de Criatividade, explica que os profissionais criativos estão em alta porque possuem visão macro (SUBTITULO)

Uma nova edição do Mapeamento da Indústria Criativa realizada pela Firjan apontou que o número de profissionais criativos cresceu 11,7% em relação à última edição lançada em 2019.

A pesquisa analisou o setor entre 2017 e 2020 e revelou que hoje, o Brasil conta com 935 mil profissionais criativos formalmente empregados, o que equivale a 70% da mão de obra que atua na indústria metal mecânica brasileira.

O mapeamento foi separado em quatro áreas criativas: tecnologia, consumo, mídia e cultura e, de acordo com o estudo, as duas primeiras áreas representam mais de 85% dos vínculos empregatícios dos profissionais, com aumentos de 20,0% e 12,8%, respectivamente. Já Cultura e Mídia, que representam os 15% restantes, registraram uma queda de 7,2% e 10,7%.

Para o especialista em criatividade, Denilson Shikako, CEO da Fábrica de criatividade, os números representam que a inovação traz lucro, traz Roi e traz resultado. “Estão contratando mais as pessoas criativas. No Fordismo, a gente foi treinado para entregar resultado baseado em operação, baseado em produção. E agora as empresas e as indústrias estão percebendo que esse número aumenta muito mais quando você traz gente do mercado criativo. Penso que esses são os motivos desses dois números estarem aumentando. Em relação aos números que estão diminuindo, referente aos profissionais de cultura e mídia, penso que são dois motivos. O primeiro deles foi a pandemia que diminuiu os cargos formais e tiveram menos atividades culturais acontecendo e a segunda é que as pessoas estão “terceirizando” mais as atividades nesses setores. Com certeza se tivesse uma pesquisa baseada no mercado informal, esse número teria crescido porque as empresas dessas áreas estão contratando freelancers, terceiros ou as próprias empresas estão desenvolvendo capacitações internas nestas temáticas com pessoas “multifunções” o que diminui o número de vagas “formais” afirma Shikako.

Nesta edição, o Mapeamento da Indústria Criativa também realizou as quatro análises com as temáticas Soft Power e desenvolvimento com base na cultura e identidade dos territórios; Desafios à valoração de intangíveis nas Indústrias Criativas; Aspectos da Proteção à Propriedade Intelectual e Problematizando a definição de Economia Criativa, para entender a Indústria Criativa no Brasil e seus impactos sobre cidades e estados.

De acordo com o mapeamento, São Paulo e Rio de Janeiro seguem sendo os estados mais representativos no mercado de trabalho criativo, com 50,9% dos empregos registrados em 2020. Até 2020, havia cerca de 380,3 mil vínculos em SP e, no RJ, 95,7 mil.

O especialista revela ainda que as ocupações são fruto de modificações estruturais nas relações de trabalho, não somente dentro dos setores criativos, como também da economia como um todo. “Antigamente as pessoas eram contratadas por período, por tempo. A mudança nas relações estruturais, penso que na pós pandemia, que é a base dessa pesquisa, se refere às pessoas que estão sendo contratadas para fazer o tempo delas. O mercado como um todo tem trabalhado por projetos. Se eu vou demorar 1h, 10h se vou fazer a entrega com uma pessoa que sabe só sabe fazer a operação e não sabe fazer a gestão, o problema é meu. Entendo que a economia criativa vai trazer muito mais a visão do processo como um todo e não aquele trabalho específico de apertar parafuso, apertar um botão ou até mesmo o que o robô consegue fazer. Hoje em dia o mercado criativo traz a demanda de entregar por entregas e não pelo tempo. O tempo que vai fazer muda a relação estrutural de trabalho”, detalha.

Ainda de acordo com a pesquisa da Firjan, as profissões criativas que estão em alta no Brasil são as seguintes: Analista de Negócios, Analista de Pesquisa de Mercado

Programadores/Desenvolvedores, Biomédico,Visual Merchandising,Gerentes de Tecnologia da Informação,Designer Gráfico, Pesquisadores em geral,Gerente de Marketing e Engenheiros da área P&D.

“Se você olhar todas essas atividades, sempre envolve algo que eu sempre brinco: o que um robô não consegue fazer? O robô consegue fazer uma análise, ele consegue olhar os dados, mas só que fazer essa análise básica cruzando esses dados e trazendo impressões que não estão nos números, é uma coisa que a inovação e a criatividade trazem. As 13 profissões que envolvem um pensamento de inovação, o pensamento macro, a visão do todo é sempre melhor do que a visão da soma das partes. O profissional criativo possui a visão de várias áreas, possui repertório criativo”, conclui.

Continue Reading
Advertisement

Geral

80% dos alunos que prestaram vestibular quer ingressar imediatamente, mas apenas 6 em cada 10 sabem onde querem estudar

Published

on

By

Pesquisa realizada pela Somos Young reforça a urgência na reformulação do modelo acadêmico para receber alunos durante todo ano letivo.

Depois de uma maratona exaustiva de provas e mais provas para conseguir a tão sonhada vaga na universidade, 80% dos estudantes querem ingressar nas instituições de ensino imediatamente ou a qualquer momento. A soma destas duas modalidades retrata o imediatismo dos alunos, mas a capacidade financeira será determinante para fazê-lo. No ponto de vista das instituições de ensino o momento ainda é favorável para oferecer o melhor custo benefício para os alunos.  

“Com o resultado das notas do Enem, o ideal é triplicar os esforços comerciais e liberar todos os benefícios que contribuam para a eleição das instituições de ensino como melhor opção para os alunos. A instituição que decidir esperar até março (final da captação) para explorar melhores oportunidades, pode obter prejuízos”, explica Rodrigo Bouyer, sócio da Somos Young, um dos maiores conglomerados de captação, atendimento, crédito e cobrança para alunos de ensino superior. 

Com base na pesquisa, 6 em cada 10 sabiam onde queriam estudar em janeiro de 2024. Por se tratar de instituições de maior reputação, é natural que os estudantes estejam decididos por elas. Um ponto importante é que pouco mais de um terço desse mercado continua em aberto, o que pode ser uma boa oportunidade para marcas de qualidade, porém não líderes do seu mercado local. “Para conquistar os 35,4% indecisos porém desejosos por qualidade, o ajuste da questão custo benefício será decisivo”, comenta Bouyer. 

A credibilidade da instituição de ensino foi o motivo escolhido por 56,1% dos entrevistados, enquanto 24,5% declarou que mensalidade acessível é o principal motivo na hora da decisão. Currículo flexível (2,7%), transporte fácil (5,5%), universidade próximo de casa ou trabalho (7,9%) e empregabilidade (3,4%), foram os outros motivos mencionados na pesquisa. 

“O público que consegue concluir o ensino médio e ir direto para o ensino superior, sem interrupção dos estudos, é, em geral, um público com maior poder aquisitivo e histórico familiar de pais com ensino superior completo. Este é um público que, comumente, busca uma formação superior de qualidade e exigirá, cada vez mais, que as instituições possam tangibilizar seus valores em atributos e que possam ser aproveitados por ele”, finaliza. 

Continue Reading

Geral

Banda gaúcha atinge meio bilhão de streaming e famosos regravam a canção “Perigosa e Linda”

Published

on

By

O reconhecimento do sucesso do grupo gaúcho despertou interesse em famosos, como o da cantora Roberta Miranda

“Perigosa e Linda”. Esse é o título do sucesso da banda gaúcha Corpo e Alma, que já atingiu 70 milhões de streamings, conquistando o disco de platina duplo. O projeto de 50 anos do grupo, um DVD comemorativo cuja canção também faz parte, foi premiado por, recentemente, chegar à marca de 500 milhões de streamings pela OneRPM, plataforma de distribuição digital de música e engajamento de fãs. A letra, que retrata a conquista de um rapaz que estava com o coração fechado para o amor até conhecer a bela e sedutora mulher que o deixou completamente apaixonado, conquistou o ícone do sertanejo nacional, Roberta Miranda que, entre outros artistas, regravou o hit.

Há dois anos que “Perigosa e Linda” é a música no estilo Bailão mais tocada no Sul do Brasil e, atualmente, tem mais de 60 milhões de visualizações no YouTube. “Estamos muito felizes por esse reconhecimento, pois é o resultado de muito trabalho e dedicação. Cada um de nós da Corpo e Alma estamos muito orgulhosos de fazer parte da primeira banda gaúcha a conquistar uma marca tão importante. Além disso, ter essa canção linda reproduzida na voz da nossa amada Roberta Miranda é um grande presente”, vibra Wagner Schneider, vocalista do grupo.

Faz pouco tempo, também, que a banda gravou um clipe em São Paulo, no Villa Country, uma das maiores casas de shows do Brasil, que será lançado no dia 7 de março, na plataforma OneRPM.

Sobre a banda Corpo e Alma – Criada em 1968 no Rio Grande do Sul, a banda comemora seus 54 anos em 2024. Premiada inúmeras vezes, conquistou, até 2017, dois discos de ouro (50 mil cópias vendidas) e dois DVDs ao vivo. Em 2020, o musical foi contemplado pelo edital 09/2020 Produções Artísticas e cultural realizado pela Sedac / RS. No mesmo período, gravou o Festival Corpo e Alma 50 anos na cidade de Santo Ângelo /RS, com releituras e gravações em duetos contando a história do artista através de canções. Entre suas produções, destacou-se, em 2023, o hit ‘Perigosa e Linda’, momento em que foi premiada pela empresa ONERPM (sua distribuidora musical), com o disco de platina duplo (70 milhões de streamings) no ranking de emissoras de rádios do ano, permanecendo em primeiro lugar até os dias de hoje, no quesito regional no Sul do País. O álbum reproduziu mais de 500 milhões de plays.

Continue Reading

Geral

Mc Smith agita o Bloco Beatloko em São Paulo com seu talento

Published

on

O bloco “Beatloko” se apresentou no dia 13 de março, na Barra Funda em São Paulo, com a participação especial do famoso Mc Smith como uma das atrações principais. Mc Smith, conhecido por seus sucessos e carisma, trouxe ainda mais energia ao evento, cativando o público com sua performance envolvente e suas músicas que atravessaram gerações.

Sua apresentação foi marcada por uma mistura de ritmos, letras impactantes e interação significativa com a plateia, criando uma atmosfera especial no evento. O evento organizado por DJ Cia e Kiko Latino foi um sucesso, tendo também um propósito solidário. Durante a apresentação, o bloco arrecadou uma grande quantidade de alimentos destinados à Ação da Cidadania, projeto social criado por Herbert de Souza, o Betinho, mostrando como a música e a solidariedade podem caminhar juntas em prol de uma causa nobre.

Apesar das dificuldades financeiras e falta de patrocinadores, o bloco decidiu seguir em frente e promover uma explosão de cultura e ritmos que merecem mais atenção e respeito por parte dos governantes. Além da marcante apresentação de Mc Smith, o evento contou com outros grandes nomes da música, como Mano Brow, Mc Hariel, Eddy Rock, MC IG, Trilha Sonora do Gueto, Consciência Humana, entre outros, agregando diversidade e qualidade artística à apresentação. O DJ Cia enfatizou a importância da união para o sucesso do Beatloko, ressaltando que “ninguém faz nada sozinho”.

A energia e movimentação do evento demonstraram o impacto positivo que eventos como esse podem gerar na comunidade. O Beatloko é um exemplo de como a música e a cultura podem ser aliadas em causas importantes, mostrando que a arte tem o poder de transformar e unir as pessoas.

Continue Reading

Trending

Copyright © MoneyFlash - Todos os Direitos Reservados. Site Parceiro do Terra