Barra
Connect with us

Música

Dieguin permanece em alta no Funk mesmo com a pandemia e é sucesso nas Redes Sociais!

Published

on

Com números bem expressivos em tão pouco tempo de carreira, o cantor carioca DIEGUIN vem conquistando o reconhecimento do público com seu novo single “Fé na Caminhada”. A música, escrita envolta de muita emoção, fala sobre superação, fé e como é importante não desistir dos sonhos nunca. O cantor, que segue no pódio do gênero, faz questão de promover tais sentimentos nas pessoas, pois acredita na positividade das palavras e das melodias.

“Sonhar é bom, mas realizar é melhor ainda. O meu funk é consciente e não me limito só a ele. Gosto de misturar os ritmos, o rap e o funk, pois tudo está interligado, são gêneros urbanos.” explica o cantor.

DIEGUIN conta como nasceu a canção. Ele teve um sonho num momento bem difícil da vida. Nessa quimera noturna o jovem se encontrava num estúdio e, de repente, ouviu uma voz que era projetada lá do fundo, como se fosse o diretor do clipe falando. Ele não viu quem era, mas a voz declarou: “Eu sou Deus, você dorme, porém, não está sonhando.” O rapaz o questionou e, então, obteve a resposta mais impactante de sua existência: “Você não precisa me ver pra falar comigo. Entenda isso. Lembra-se daquele dia, da oportunidade que me pediu? Então, acredite nisso. Nada é por acaso e nunca deixo um filho na mão. Tudo irá mudar pra melhor.”

O cantor não hesitou em escrever sobre o fato e a música realmente tem tocado o coração dos inúmeros fãs espalhados por todo o país. Dieguin conta que tem recebido inúmeras mensagens de pessoas com depressão e o quão a música tem ajudado a mudar isso.

Fora isso, há ainda o reconhecimento de grandes marcas através de parcerias, além de famosos como os jogadores Gabriel Barbosa “Gabigol” (Flamengo) e Bruno Henrique (Flamengo).

O clipe foi lançado no canal da Kondzilla. Dá uma conferida e se emocione também:

Continue Reading
Advertisement

Música

Izack Under comemora feedback positivo de “Mistake”

Published

on

Recebendo retornos positivos, o cantor e compositor Izack Under comemora o lançamento de “Mistake”, seu mais recente single e que já está disponível nas plataformas digitais. A canção, que também ganhou um videoclipe, traz um diálogo sobre vícios ilícitos e uma mensagem de apoio e resgate àqueles que ainda não conseguiram mudar de vida.

O som é uma composição autoral e aponta discussões e reflexões necessárias sobre o uso de drogas e o abismo encontrado para que possam sair disso. “Vendo muitos casos de pessoas envolvidas com drogas hoje em dia, com essa canção busco incentivar um pouco a cada um desses indivíduos, a tentarem tratar suas necessidades de uma forma diferente. Quero que entendam que a droga não é o caminho. Mesmo que seja difícil, mesmo que pareça impossível, sempre há melhores caminhos que possam ser escolhidos e só a gente pode cuidar da gente”, declara Izack.

O artista também compartilha sua visão sobre o amor como uma droga, uma metáfora que ressoa com as lutas pessoais e universais contra os vícios. Com uma sinceridade palpável, ele expressa sua esperança de que esta canção sirva como um farol para aqueles que estão presos em ciclos autodestrutivos, incentivando-os a buscar caminhos alternativos e melhores.

“Falar sobre temas fortes assim, se você não está envolvido neles, é um pouco mais complicado, mas eu sempre relacionei o amor como uma droga. Uma droga como o chocolate, chocolate que me ajuda a pensar, a sorrir, chorar, ou a superar o choro. E eu relaciono o amor como uma droga onde você precisa consumi-lo para sobreviver. E não é diferente assim no mundo de outras pessoas”, completa o artista.

O forte tema vem tocando as pessoas que estão ouvindo a música e que acompanham o trabalho do artista nas redes sociais. “Vem sendo um feedback muito positivo, tanto em relação a música, a letra e quanto ao videoclipe. Mas recebi muitos comentários tristes também, referente a como o videoclipe relata a história da letra com o final trágico”,afirma Izack.

Com a canção, ele queria impactar as pessoas como forma de conscientização. “Sabemos que hoje em dia muita gente envolvida com isso não termina bem. Então vamos nos conscientizar, ver os sinais e dar suporte àqueles que necessitam. Eu acho que as pessoas estão conseguindo ver a mensagem com outros olhos porque muitas vezes é fácil ver o que o outro faz, mas não o que você faz e a gente tem que estar ciente de que nossas ações têm reações e podem ser boas ou ruins. Espero que a minha música ajude essas pessoas que estão tendo a reação ruim se conscientizar e encontrar força dentro delas mesmas para encontrar a saída”, declara. 

Apesar de retratar o tema com todo o cuidado, o artista conta que é um tema que não está familiarizado com o assunto. “Eu mesmo tive que explorar a situação de outras pessoas para entender e poder abordar esse assunto encontrando soluções e respostas. Mas essa música tem um significado especial porque não é relativamente falando do tema da droga, mas fala também da depressão interna que uma pessoa pode sentir”, ele explica. 

Sobre próximos passos, ele afirma: “O próximo passo é  o fim do meu álbum ‘Dangerous to Love’, com as últimas músicas vindo juntas. Quem sabe vai rolar um novo videoclipe também, mas eu vou deixar isso pra vocês ficarem antenados e esperarem por mais notícias”, finaliza o artista.

Continue Reading

Música

Ally Dyla fala sobre feedback de “Leoa da Madrugada”

Published

on

Mantendo sua missão de acrescentar ao cenário músical com lançamentos que transcedem o mero entretenimento e abordam temáticas necessárias, Ally Dyla estreou recentemente “Leoa da Madrugada“, faixa que chegou carregada de representatividade lésbica, empoderamento e busca reforçar o prazer feminino.  A canção está disponível em todas as plataformas digitais e a cantora comemora o feedback super positivo que vem recebendo desde o lançamento.

Com uma sonoridade pop, o single é uma música autoral que busca exaltar a mulher fugindo da objetificação comum. Ally escancara no novo trabalho, como o prazer feminino está ligado única e exclusivamente à mulher. Dessa forma, traz uma narrativa de um encontro sexual entre duas pessoas do sexo feminino, em que elas não performam um ato sexual hétero padrão, quebrando os estereótipos de “passivo e ativo”.

A canção em momento algum objetifica a mulher sob um viés masculino, já que o sexo entre duas figuras femininas é sempre alvo disso e é tratado por muitos como fetiche. Pelo contrário, a música empodera tudo isso e mostra que todas merecem sentir prazer e que pra isso acontecer, a pessoa que for dividir aquele momento não pode ser uma “gatinha assustada”, mas sim uma “leoa da madrugada”.

A música carrega essas diferentes analogias, sendo a principal delas a comparação com uma leoa. “Sabemos que no mundo animal as leoas caçam, protegem, fazem basicamente tudo, enquanto o macho serve apenas para reprodução. Então, já que a parte sexual de um ser humano é provavelmente o momento em que mais nos conectamos à nossa parte animal, achei que faria total sentido usar referências ao momento da caça de uma leoa por sua presa, colocando a mulher na posição de predadora e presa ao mesmo tempo, quebrando o ciclo de estereótipo, onde não existe um papel específico designado por gênero, já que são duas mulheres trocando e ocupando todas as posições”, explica Ally. 

Atrás de toda a história do trabalho, Ally vem recebendo retornos muito positivos e muitas pessoas que estão se identificando com o trabalho. “Honestamente, tem sido um feedback melhor que o esperado, recebemos até hate rsrsrs. Então, brincadeiras à parte, estou muito feliz com a repercussão da faixa, principalmente por estar atraindo o público esperado, mulheres que se atraem por mulheres. Todas que ouviram e me enviaram mensagens gostaram muito e inclusive estão passando a mensagem para frente. Recebi fotos das minhas leoas com suas companheiras e isso me deixou extremamente feliz e realizada”, aponta a artista.

Ataques aos conteúdos do lançamento

Apesar do lado bom, Ally enfrentou alguns desafios durante a divulgação do lançamento. Após programar uma série de conteúdos e publicá-los, a artista foi alvo de denúncias na plataforma do Instagram, o que fez com que precisasse excluir alguns posts para não ter a conta banida. 

A faixa fala sobre liberdade sexual, principalmente de mulheres que se relacionam com mulheres. A artista buscou representar isso nos ensaios e vídeos publicados, mas em tempos de um mundo ainda preconceituoso, não pôde agradar todo mundo.  

“Em certo ponto eu já esperava algo do tipo, a maioria dos meus vídeos de ‘Leoa da Madrugada’ receberam comentários bem escrotos e pejorativos, principalmente de homens. Então, não foi surpresa um bando de homens com a masculinidade frágil terem se sentido ofendidos quando eu aleguei que o prazer feminino foi deixado de lado por praticamente toda a história da humanidade e que o corpo feminino sofre objetificação desde sempre. Isso só deixa mais claro para mim que não posso e não devo desistir da arte e do caminho que escolhi. Com certeza tem uma galera aí fora gigante que também concorda com isso e quando nossos caminhos se cruzarem o ‘estrago’ que vamos fazer vai ser bem grande”, finaliza a artista.

Continue Reading

Música

10ª Levels Sunset chega a Porto Alegre com música e experiências futuristas

Published

on

By

 Tecnologia da gaúcha Imply integrará serviços de acesso e consumo durante o festival marcado para 27 de abril

No dia 27 de abril, a cidade de Porto Alegre recebe a 10ª edição da Levels Sunset, renomada label party de música eletrônica. Em comemoração a uma década de existência, o festival promete uma experiência futurista, com line-up internacional e inovações tecnológicas já na compra de ingressos.

Em parceria com a holding gaúcha Imply, os serviços de acesso e consumo serão integrados por meio do sistema de bilheteria ElevenTickets, elevando o padrão de excelência do festival. Apenas em 2023, foram vendidos 8.5 milhões de ingressos pela plataforma.

“Estamos entusiasmados em trazer nossa expertise tecnológica para a Levels Sunset. Nosso objetivo é facilitar a experiência dos participantes e a gestão do evento, oferecendo um processo moderno, eficiente e seguro para todos”, declara Rafael Porto, CEO da ElevenTickets.

Atrações

Gerd Janson, artista romeno, estreia no Rio Grande do Sul. Reconhecido pela produção inovadora, é presença marcante em festivais como Circoloco, Timewarp, DGTL e Dekmantel.

O italiano Ivory também fará o primeiro show em solo gaúcho. Dono do hit “Feelin”, já conquistou gravadoras de renome como Afterlife, Innervisions e Watergate Records.

Aclamado pelo público, Biesmans retorna ao Levels após sucesso em palcos globais, como o Tomorrowland. A celebração contará também com performances dos residentes Diogo Accioly e Lapax.

Serviço

Data: 27 de abril de 2024
Horário: A partir das 15h
Local: Marina Navegantes São João, Porto Alegre – RS
Ingressos disponíveis em: https://eleventickets.com/ 

Continue Reading

Trending

Copyright © MoneyFlash - Todos os Direitos Reservados. Site Parceiro do Terra