Barra
Connect with us

Geral

Massoterapeuta trava uma verdadeira batalha na Justiça para garantir pensão alimentícia aos seus dois filhos

Published

on

Apesar de ser sócio de uma empresa, o empresário carioca alegou que era assalariado

 

Moradora de Trindade, municipio de Goiás, Wanessa Oliveira luta na Justiça para conseguir receber pensão para os seus filhos, Matheus de 9 anos, e R., de 5. As crianças foram fruto de um relacionamento de nove anos com o empresário carioca R. P. G.

Eles se separaram em 2017, após Wanessa ser agredida pelo então marido.

A massoterapeuta vem travando uma verdadeira batalha judicial para conseguir se separar judicialmente e garantir pensão alimentícia aos seus dois filhos. O montante do valor devido, que vem sendo pago apenas parcialmente pelo pai das crianças, já ultrapassa R$ 110 mil.

Wanessa e R. moravam no Rio Janeiro, na Barra da Tijuca. Eles eram casados em comunhão de bens.

“Nosso relacionamento não deu certo. Eu queria voltar para o estado de Goiás, para viver junto a minha família, mas ele não aceitava. Quando eu decidi voltar de vez, ele entrou com um processo contra mim, pedindo a guarda definitiva dos meus filhos. Foi quando a Justiça indeferiu o pedido, mas impôs uma decisão para que eu ficasse no Rio de Janeiro”.

Por causa de uma decisão da Justiça, a mãe foi obrigada a ficar quase um ano no estado do Rio de Janeiro, longe de sua família goiana.

“A Justiça deu a sentença porque ele alegava trabalhar como engenheiro, ter uma boa renda, e ser o único provedor da família”.

O ex-marido de Wanessa chegou a lhe enviou cartas de despejo, na tentativa de deixá-la sem onde morar e reverter a guarda das crianças.

“Eu e as crianças não tínhamos pra onde ir. Foram três cartas de despejo, na última eu já seria despejada. Eu entrei com um agravo e provei na Justiça que eu estava em estado de abandono, sem poder voltar para Goiás, e nem onde ficar no Rio. Foi quando a promotoria reverteu a decisão inicial e permitiu que eu voltasse para Goiás com meus filhos”.

Após voltar a seu estado de origem, a Justiça carioca condenou R. a pagar pensão alimentícia de 4 salários mínimos, levando em conta seus altos ganhos como empresário. Porém, R. alegou ser assalariado, tendo sua carteira assinada por uma empresa concorrente à sua, o que fez com que o valor da pensão paga diminuísse para um salário-mínimo.

“Ele pagava um valor que não ajudava nem para comprar itens básicos para as crianças. O processo vou revertido para Trindade, e eu consegui provar que por mais que ele se declarasse assalariado, ele continuava no quadro de sócios de sua empresa. O juiz daqui deu parecer positivo e voltou a fixar o valor de quatro salários mínimos”, afirmou Wanessa.

De acordo com a massoterapeuta, seu ex-marido foi sócio da empresa Timbraz, sediada em Duque de Caxias e que oferece serviços de locação de equipamentos para construção civil. Porém, ele teria feito manobras para evitar que a esposa tivesse direito sobre sua cota como sócio. “Ele vendeu sua parte para o próprio irmão para sair da sociedade, depois passou seu veículo, uma caminhonete Hillux, para o próprio pai, para alegar não ter nada em seu nome”, destacou Wanessa.

No Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas, da Receita Federal, a empresa aparece no nome de Rildo Roberto Braz, que segundo Wanessa é pai de seu ex-marido. “Os avós, mesmo sendo grandes empresários, nunca me ajudaram com nada, nem remédio para os netos”, alegou Wanessa.

 

Apesar de já ter ganho em diferentes esferas judiciais, a mãe das duas crianças afirmou que o ex-marido nunca cumpriu nenhuma decisão da Justiça, postergando o pagamento integral da pensão alimentícia de seus filhos por meio de instrumentos jurídicos. “Ele tem três advogados influentes. Em novembro do ano passado, vi que algo muito sério estava acontecendo, porque três juízes saíram do meu processo”.

Na mais nova decisão, Wanessa alega que perdeu todos os direitos de seu casamento, e dos valores atrasados concedidos na Justiça do Rio de Janeiro. “Eu saí de um casamento de quatro anos sem nada. Ele alega que não tem condições financeiras para pagar os quatro salários mínimos de pensão alimentícia, porém paga advogados caros e demonstra uma vida de ostentação”.

A Justiça goiana decretou no dia 13 do mês de fevereiro a prisão de R., pelo não pagamento das pensões, porém seus advogados conseguiram um habeas corpus, alegando riscos devido à pandemia de Covid-19, permitindo que ele ficasse preso por no máximo trinta dias, em prisão domiciliar.

“É um absurdo. Por que outros pais estão sendo presos e ele não? Por que as crianças podem ficar precisando da pensão há cinco anos mas ele não pode ser preso?”, finaliza Wanessa.

Continue Reading
Advertisement

Geral

80% dos alunos que prestaram vestibular quer ingressar imediatamente, mas apenas 6 em cada 10 sabem onde querem estudar

Published

on

By

Pesquisa realizada pela Somos Young reforça a urgência na reformulação do modelo acadêmico para receber alunos durante todo ano letivo.

Depois de uma maratona exaustiva de provas e mais provas para conseguir a tão sonhada vaga na universidade, 80% dos estudantes querem ingressar nas instituições de ensino imediatamente ou a qualquer momento. A soma destas duas modalidades retrata o imediatismo dos alunos, mas a capacidade financeira será determinante para fazê-lo. No ponto de vista das instituições de ensino o momento ainda é favorável para oferecer o melhor custo benefício para os alunos.  

“Com o resultado das notas do Enem, o ideal é triplicar os esforços comerciais e liberar todos os benefícios que contribuam para a eleição das instituições de ensino como melhor opção para os alunos. A instituição que decidir esperar até março (final da captação) para explorar melhores oportunidades, pode obter prejuízos”, explica Rodrigo Bouyer, sócio da Somos Young, um dos maiores conglomerados de captação, atendimento, crédito e cobrança para alunos de ensino superior. 

Com base na pesquisa, 6 em cada 10 sabiam onde queriam estudar em janeiro de 2024. Por se tratar de instituições de maior reputação, é natural que os estudantes estejam decididos por elas. Um ponto importante é que pouco mais de um terço desse mercado continua em aberto, o que pode ser uma boa oportunidade para marcas de qualidade, porém não líderes do seu mercado local. “Para conquistar os 35,4% indecisos porém desejosos por qualidade, o ajuste da questão custo benefício será decisivo”, comenta Bouyer. 

A credibilidade da instituição de ensino foi o motivo escolhido por 56,1% dos entrevistados, enquanto 24,5% declarou que mensalidade acessível é o principal motivo na hora da decisão. Currículo flexível (2,7%), transporte fácil (5,5%), universidade próximo de casa ou trabalho (7,9%) e empregabilidade (3,4%), foram os outros motivos mencionados na pesquisa. 

“O público que consegue concluir o ensino médio e ir direto para o ensino superior, sem interrupção dos estudos, é, em geral, um público com maior poder aquisitivo e histórico familiar de pais com ensino superior completo. Este é um público que, comumente, busca uma formação superior de qualidade e exigirá, cada vez mais, que as instituições possam tangibilizar seus valores em atributos e que possam ser aproveitados por ele”, finaliza. 

Continue Reading

Geral

Banda gaúcha atinge meio bilhão de streaming e famosos regravam a canção “Perigosa e Linda”

Published

on

By

O reconhecimento do sucesso do grupo gaúcho despertou interesse em famosos, como o da cantora Roberta Miranda

“Perigosa e Linda”. Esse é o título do sucesso da banda gaúcha Corpo e Alma, que já atingiu 70 milhões de streamings, conquistando o disco de platina duplo. O projeto de 50 anos do grupo, um DVD comemorativo cuja canção também faz parte, foi premiado por, recentemente, chegar à marca de 500 milhões de streamings pela OneRPM, plataforma de distribuição digital de música e engajamento de fãs. A letra, que retrata a conquista de um rapaz que estava com o coração fechado para o amor até conhecer a bela e sedutora mulher que o deixou completamente apaixonado, conquistou o ícone do sertanejo nacional, Roberta Miranda que, entre outros artistas, regravou o hit.

Há dois anos que “Perigosa e Linda” é a música no estilo Bailão mais tocada no Sul do Brasil e, atualmente, tem mais de 60 milhões de visualizações no YouTube. “Estamos muito felizes por esse reconhecimento, pois é o resultado de muito trabalho e dedicação. Cada um de nós da Corpo e Alma estamos muito orgulhosos de fazer parte da primeira banda gaúcha a conquistar uma marca tão importante. Além disso, ter essa canção linda reproduzida na voz da nossa amada Roberta Miranda é um grande presente”, vibra Wagner Schneider, vocalista do grupo.

Faz pouco tempo, também, que a banda gravou um clipe em São Paulo, no Villa Country, uma das maiores casas de shows do Brasil, que será lançado no dia 7 de março, na plataforma OneRPM.

Sobre a banda Corpo e Alma – Criada em 1968 no Rio Grande do Sul, a banda comemora seus 54 anos em 2024. Premiada inúmeras vezes, conquistou, até 2017, dois discos de ouro (50 mil cópias vendidas) e dois DVDs ao vivo. Em 2020, o musical foi contemplado pelo edital 09/2020 Produções Artísticas e cultural realizado pela Sedac / RS. No mesmo período, gravou o Festival Corpo e Alma 50 anos na cidade de Santo Ângelo /RS, com releituras e gravações em duetos contando a história do artista através de canções. Entre suas produções, destacou-se, em 2023, o hit ‘Perigosa e Linda’, momento em que foi premiada pela empresa ONERPM (sua distribuidora musical), com o disco de platina duplo (70 milhões de streamings) no ranking de emissoras de rádios do ano, permanecendo em primeiro lugar até os dias de hoje, no quesito regional no Sul do País. O álbum reproduziu mais de 500 milhões de plays.

Continue Reading

Geral

Mc Smith agita o Bloco Beatloko em São Paulo com seu talento

Published

on

O bloco “Beatloko” se apresentou no dia 13 de março, na Barra Funda em São Paulo, com a participação especial do famoso Mc Smith como uma das atrações principais. Mc Smith, conhecido por seus sucessos e carisma, trouxe ainda mais energia ao evento, cativando o público com sua performance envolvente e suas músicas que atravessaram gerações.

Sua apresentação foi marcada por uma mistura de ritmos, letras impactantes e interação significativa com a plateia, criando uma atmosfera especial no evento. O evento organizado por DJ Cia e Kiko Latino foi um sucesso, tendo também um propósito solidário. Durante a apresentação, o bloco arrecadou uma grande quantidade de alimentos destinados à Ação da Cidadania, projeto social criado por Herbert de Souza, o Betinho, mostrando como a música e a solidariedade podem caminhar juntas em prol de uma causa nobre.

Apesar das dificuldades financeiras e falta de patrocinadores, o bloco decidiu seguir em frente e promover uma explosão de cultura e ritmos que merecem mais atenção e respeito por parte dos governantes. Além da marcante apresentação de Mc Smith, o evento contou com outros grandes nomes da música, como Mano Brow, Mc Hariel, Eddy Rock, MC IG, Trilha Sonora do Gueto, Consciência Humana, entre outros, agregando diversidade e qualidade artística à apresentação. O DJ Cia enfatizou a importância da união para o sucesso do Beatloko, ressaltando que “ninguém faz nada sozinho”.

A energia e movimentação do evento demonstraram o impacto positivo que eventos como esse podem gerar na comunidade. O Beatloko é um exemplo de como a música e a cultura podem ser aliadas em causas importantes, mostrando que a arte tem o poder de transformar e unir as pessoas.

Continue Reading

Trending

Copyright © MoneyFlash - Todos os Direitos Reservados. Site Parceiro do Terra