Barra
Connect with us

Música

Colombiana Lina Mercedes Zuniga, participa de videoclipe de grandes astros internacionais

Published

on

Lina Mercedes Zuniga - Foto: Acervo Pessoal

A modelo Colombiana Lina Mercedes Zuniga, já participou da gravação de vários videoclipes de grandes astros internacionais, e recentemente voltou atuar na gravação de mais dois clipes, sendo um deles a participação do clipe do conceituado rapper, cantor e compositor norte-americano, Julius Dubose (25 anos), mais conhecido como ‘A Boogie Wit Da Hoodie‘, com a música ‘Secrets’, que está batendo quase 10 milhões de visualizações apenas no YouTube. Outro vídeo clipe que a beldade também participou e foi uma das musas que encantou a todos com a sua beleza e carisma, foi no hit ‘Bad Bitch Anthem’, do rapper Young M.A.

Nascida na Colômbia em 1987, Lina Mercedes Zuniga, concluiu seu Bacharelado em Administração de Empresas e em 2016 mudou-se para Nova York para continuar seu trabalho no Consulado da Colômbia em Newark.

Lina Mercedes Zuniga - Foto: Acervo Pessoal

Lina Mercedes Zuniga – Foto: Acervo Pessoal

Nesse período a beldade começou a modelar e foi aí que uma agência de modelos descobriu suas habilidades, principalmente por ser fotogênica. A agência então criou grande interesse em transformá-la profissionalmente em uma modelo fotográfica e com isso trazendo para ela algumas marcas de roupas, joias, como por exemplo Jhon Paul (@jp_the joalheiro) e tudo foi crescendo e desde então começou a participar de videoclipes de artistas como Ponle Rvssian, Farruco, J Balvin, The London, Jc Ole, Frank Finesse, Sing Up, Secrest, A-boogie, Youngma.

Lina que é considerada uma personalidade da mídia social colombiana, sempre esteve ligada a várias celebridades ao longo dos anos, e por este motivo, já surgiram algumas vezes alguns rumores de estar namorando Floyd May Weather, Jaime Fox e ASAP Rocky, porém a beldade garante que nunca teve relacionamento com nenhum deles, e que tudo não passa de apenas amizade.

Hoje Lina expande sua criatividade e paixão em seus projetos e obras artísticas, principalmente voltadas para a criação de pinturas artísticas, e em breve poderemos conferir as novidades, pois a morena garante que irá lançar algo bem diferente, o que pode até parecer apenas um hobby, mas ela garante que tornou-se um sonho pra ela, e que está realizando com muito sucesso!

Lina Mercedes Zuniga e o Rapper A Boogie Wit Da Hoodie - Foto: Acervo Pessoal

Lina Mercedes Zuniga e o Rapper A Boogie Wit Da Hoodie – Foto: Acervo Pessoal

Lina Mercedes Zuniga e o rapper Young M.A - Foto: Acervo Pessoal

Lina Mercedes Zuniga e o rapper Young M.A – Foto: Acervo Pessoal

Música

Wave Rock: banda mineira lança seu primeiro clipe intitulado “Vamos para o Asfalto”

Published

on

Os mineiros da Wave Rock acabam de lançar seu primeiro clipe e em menos de 24 horas já tiveram mais de mil visualizações quase 300 curtidas no YouTube.


Assista:



A música de trabalho do primeiro álbum da banda “Vamos para o Asfalto” mostra que eles literalmente foram para o asfalto para a gravação do clipe, reunindo quase 20 motociclistas, a equipe de gravação e a banda para fazer esse trabalho.


A faixa retrata a vida dos próprios membros da banda que viajam pelo Brasil nos encontros de moto. Jansser Dias vocalista do grupo diz: “Das maiores viagem que já fizemos, a ideia nasceu em um bar (Risos), e quando estou no escritório não vejo a hora de sair, jogar tudo pro alto e ir andar de moto. Quando eu trouxe a ideia para a banda rolou uma aceitação imediata. Pensei: —essa track vai ser o “carro chefe” do disco e vamos fazer um clipe a partir dela”, conta.


O quarteto está em tour pelo estado de Minas, fazendo shows nos motorocks mais
tradicionais da região e divulgado o álbum.

Wave Rock é:
Jansser Dias: Vocais e Guitarras
Du Aguiar: Baixo e Vocais
Franklys Warwick: Bateria
Jheff Gonçalves: Guitarras

Saiba mais:
@bandawaverock

Fotos: Thaís Mendes

Continue Reading

Música

Avator: banda lança sua faixa de estréia “Take Me Now”

Published

on

A Avator é uma banda de rock com influências hard‘n’heavy formada em 2024. O grupo encontrou sua melhor sonoridade combinando as raízes do hard rock e do metal com elementos musicais de outras culturas, entre elas a brasileira e a asiática.


Sua faixa de estreia “Take Me Now”, foi lançada no dia 28 de maio. Um som vibrante e vigoroso, com os três instrumentos clássicos do rock a todo vapor e uma voz marcante, única. A faixa conta ainda com uma surpreendente introdução chamada “Sitar”, ou सितार em Hindi.


Ouça em sua plataforma preferida: https://distro.ffm.to/take-me-now


A banda contratou para produzir o seu primeiro single Adriano Daga (Malta, Angra, Jeff Scott Soto), músico e produtor de longa data e ganhador de Grammy.


Sobre o grupo o produtor Adriano Daga disse: “Donos de riffs pesados e precisos, a Avator chega em boa hora no cenário Rock n’ Roll, trazendo a experiência que fica explícita nessa composição. Uma batera com influências de Alex Van Halen, baixo recheado de groove e detalhes, guitarra rica em sua linha base e solo, além de uma melodia vocal surpreendente e com refrão marcante, tudo o que raras bandas conseguem nos dias de hoje!”


Para o lançamento da Take Me Now a Avator também gravou um videoclipe espetacular, com uma linguagem totalmente nova impressa pelo diretor Nic Darwin (Dr. Sin, Attractha, Malta, THEMXXNLIGHT).


Assista ao videoclipe:


Avator é:
Guilherme Campos (vocal)
Ricardo Lagreca (guitarra)
Renato Lagreca (baixo)
Marcio Zebini (bateria)
Site: https://avator.com.br/
Instagram: https://www.instagram.com/avator.band
Fotos: André Tedim

Continue Reading

Música

Izack Under comemora feedback positivo de “Mistake”

Published

on

Recebendo retornos positivos, o cantor e compositor Izack Under comemora o lançamento de “Mistake”, seu mais recente single e que já está disponível nas plataformas digitais. A canção, que também ganhou um videoclipe, traz um diálogo sobre vícios ilícitos e uma mensagem de apoio e resgate àqueles que ainda não conseguiram mudar de vida.

O som é uma composição autoral e aponta discussões e reflexões necessárias sobre o uso de drogas e o abismo encontrado para que possam sair disso. “Vendo muitos casos de pessoas envolvidas com drogas hoje em dia, com essa canção busco incentivar um pouco a cada um desses indivíduos, a tentarem tratar suas necessidades de uma forma diferente. Quero que entendam que a droga não é o caminho. Mesmo que seja difícil, mesmo que pareça impossível, sempre há melhores caminhos que possam ser escolhidos e só a gente pode cuidar da gente”, declara Izack.

O artista também compartilha sua visão sobre o amor como uma droga, uma metáfora que ressoa com as lutas pessoais e universais contra os vícios. Com uma sinceridade palpável, ele expressa sua esperança de que esta canção sirva como um farol para aqueles que estão presos em ciclos autodestrutivos, incentivando-os a buscar caminhos alternativos e melhores.

“Falar sobre temas fortes assim, se você não está envolvido neles, é um pouco mais complicado, mas eu sempre relacionei o amor como uma droga. Uma droga como o chocolate, chocolate que me ajuda a pensar, a sorrir, chorar, ou a superar o choro. E eu relaciono o amor como uma droga onde você precisa consumi-lo para sobreviver. E não é diferente assim no mundo de outras pessoas”, completa o artista.

O forte tema vem tocando as pessoas que estão ouvindo a música e que acompanham o trabalho do artista nas redes sociais. “Vem sendo um feedback muito positivo, tanto em relação a música, a letra e quanto ao videoclipe. Mas recebi muitos comentários tristes também, referente a como o videoclipe relata a história da letra com o final trágico”,afirma Izack.

Com a canção, ele queria impactar as pessoas como forma de conscientização. “Sabemos que hoje em dia muita gente envolvida com isso não termina bem. Então vamos nos conscientizar, ver os sinais e dar suporte àqueles que necessitam. Eu acho que as pessoas estão conseguindo ver a mensagem com outros olhos porque muitas vezes é fácil ver o que o outro faz, mas não o que você faz e a gente tem que estar ciente de que nossas ações têm reações e podem ser boas ou ruins. Espero que a minha música ajude essas pessoas que estão tendo a reação ruim se conscientizar e encontrar força dentro delas mesmas para encontrar a saída”, declara. 

Apesar de retratar o tema com todo o cuidado, o artista conta que é um tema que não está familiarizado com o assunto. “Eu mesmo tive que explorar a situação de outras pessoas para entender e poder abordar esse assunto encontrando soluções e respostas. Mas essa música tem um significado especial porque não é relativamente falando do tema da droga, mas fala também da depressão interna que uma pessoa pode sentir”, ele explica. 

Sobre próximos passos, ele afirma: “O próximo passo é  o fim do meu álbum ‘Dangerous to Love’, com as últimas músicas vindo juntas. Quem sabe vai rolar um novo videoclipe também, mas eu vou deixar isso pra vocês ficarem antenados e esperarem por mais notícias”, finaliza o artista.

Continue Reading

Trending

Copyright © MoneyFlash - Todos os Direitos Reservados. Site Parceiro do Terra