Barra
Connect with us

Notícias Corporativas

REINVENÇÃO E DIVERSIDADE NA PANDEMIA: DRA. ANA PAULA QUINTEIRO UNIFICA PROTEÇÃO E ESTILO

Published

on

Profissional da área odontológica se destaca com marca “Dra. Chica” na produção de máscaras e toucas cirúrgicas, além dos jalecos e pijamas cirúrgicos personalizados e coloridos que viraram moda entre os profissionais da saúde      

Nesse período atípico de pandemia que enfrentamos, inúmeras pessoas aproveitaram para refletir, reinventar e até mesmo melhorar algo já existente. A Dra. Ana Paula Quinteiro, referência em reabilitação oral e implantodontia utilizou o momento conturbado a seu favor.

 

A profissional que já atua há mais de 25 anos na área de odontologia, está em constante mudança e inovação, a dentista é criadora da marca “Dra. Chica’’ focada em jalecos personalizados, toucas e acessórios proporcionando proteção e elegância.

 

Durante a pandemia, após sua filha sofrer um problema de saúde e ficar internada, mãe e filha ficaram em dois hospitais durante semanas, essas internações fizeram Ana Paula observar a escassez dos equipamentos de biossegurança em meio ao caos que enfrentamos. Esse tempo no ambiente hospitalar rendeu inúmeros pedidos para a proprietária da grife “Dra. Chica’’ confeccionar equipamentos de proteção (EPI) e mais uma vez a cirurgiã dentista usou sua criatividade e produziu jalecos, máscaras, protetores faciais e pijamas cirúrgicos descartáveis pensando na atual situação, com estampas da Disney os direitos autorais de imagem foram cedidos por uma empresa parceira e todos os produtos foram aprovados pela Anvisa.

 

O jaleco é um equipamento de proteção individual (EPI) de grande importância para os profissionais da área da saúde, que lidam diariamente com doenças e bactérias, o traje protege os profissionais de possíveis contaminações.

 

A dentista, unificou proteção e estilo transformando os jalecos com cortes diferenciados e uma grande variação de cores, deixando de lado o branquinho básico tão comum nesses ambientes.

 

 

Dra. Ana Paula Quinteiro – Graduada em Odontologia.

CRO – 23956

Mestra em Odontologia – Área de Concentração Implantodontia, São Leopoldo Mandic.

Especialização em Implantodontia 2012/2014, Facsete.

Especializada em Harmonização Orofacial2019/2021, Funorte.

Instagram – https://www.instagram.com/dra_anaquinteiro/?hl=pt-br

Proprietária da grife Dra. Chica – moda para o cotidiano dos profissionais da área da saúde – https://drachica.com.br/

Instagram Dra. Chicahttps://www.instagram.com/dra.chica/?hl=pt-br

 

 

Continue Reading
Advertisement

Notícias Corporativas

“Rei do Botão” desconstrói tabus sobre sexo anal e compartilha experiências

Published

on

By

No podcast Acompanhadas, Marcus Castropil reforça benefícios do fetiche para a saúde sexual

Marcus Castropil, conhecido como Rei do Botão – apelido que concedeu ao ânus – foi o convidado da semana do podcast Acompanhadas, produzido pela plataforma de acompanhantes Fatal Model. Durante entrevista com a host Nina Sag, ele compartilhou experiências e deu dicas para o sexo anal sem dor. 

O empreendedor relatou que, quando passou a explorar a própria sexualidade, tinha medo de “passar o cheque”. Para realizar a higiene íntima, Castropil utilizava métodos que poderiam apresentar danos à saúde. Após um romance com um médico, decidiu investir na criação da ducha descartável In-M que, posteriormente, lhe concedeu o título. 

“Eu não tinha muitos acessórios para fazer a chuca. Anos depois, ganhei dinheiro e decidi criar a chuca única no mundo descartável. Foi com ela que ganhei o título de Rei do Botão”, contou o criador de conteúdo, que defende que a informação é um dos principais meios de combate contra doenças sexuais. 

Castropil também enalteceu a discussão de sexo sem tabus, pontuando que, além dos homens, mulheres também podem sentir prazer com sexo anal. Conforme pesquisa da Fatal Model com 164 mil respondentes, sexo anal é o fetiche que mais desperta interesse de contratantes, com 35%, seguido por sexo oral e ménage à trois.

Para aqueles que têm receio, o criador de conteúdo surpreendeu com dois conselhos: abrir a boca e fazer força: “No filme pornô todo mundo abre a boca, não é só charme. O cérebro se concentra na boca e relaxa o botão. O segundo passo é fazer força para fora. O botão abre, piu piu entra, tudo vai se acostumando. Mas só pode fazer se tiver feito a chuca, se não é catástrofe”, orientou.

Atualmente, Castropil é colaborador da Intt, empresa de cosméticos sexuais. Com a marca, o empreendedor já desenvolveu o kit Meu Primeiro Anal, o gel Golden Button e o óleo corporal Provoca-me. Embora a sexualidade seja um dos indicadores de qualidade de vida, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), este segmento do mercado ainda sofre com o preconceito. 

“Quando fazemos sexo, oxigenamos o cérebro. A endorfina vai para cima, o cortisol cai, nosso sistema imunológico fica em ótimo estado. As pessoas têm vergonha de entrar no sex shop, mas hoje tem o e-commerce. Todo mundo tem que se propor a conhecer de tudo na vida”, defendeu o Rei do Botão.

Sobre o Acompanhadas

O podcast Acompanhadas foi criado com o objetivo de ampliar a discussão e dar voz aos profissionais e adeptos do mercado adulto. É um podcast audacioso que derruba tabus e cria espaços para conversas provocantes e livres de julgamentos, abordando temas com convidados de áreas diversas como arte, cultura, política, religião, entretenimento e finanças.

Os episódios têm, em média, entre quarenta e sessenta minutos e começam com uma breve apresentação dos convidados. A entrevista é feita em formato de bate-papo. Já estiveram presentes a atriz Deborah Secco, a youtuber e influenciadora Dora Figueiredo, Edson Castro, criador e apresentador do Manual do Homem Moderno, entre outros.

O podcast Acompanhadas pode ser acessado através do canal no Youtube ou pelo Spotify.

Continue Reading

Notícias Corporativas

Juros abusivos nunca mais, veja como quitar seus contratos com descontos

Published

on

By

12 mil clientes já conseguiram quitar seus contratos de financiamento com até 70% de desconto

O financiamento de veículos é um dos três maiores motivos de endividamento da população brasileira. Fonte de renda, lazer, locomoção diária. A realidade é que, muitas vezes, o sonho de adquirir um carro próprio pode se transformar em um pesadelo devido a cláusulas abusivas praticadas por instituições financeiras.

É aí que a CONSULTORIA PREMIUM SOLUÇÕES FINANCEIRAS entra em ação, ajudando clientes a detectar possíveis abusos e a readequar ou quitar seus financiamentos com descontos significativos.

Com mais de uma década de experiência, a PREMIUM SOLUÇÕES FINANCEIRAS é especializada em análises e revisões de contratos e cláusulas bancárias, e tem se destacado no mercado pelo compromisso em defender os direitos dos consumidores, dando um base em práticas financeiras abusivas e promovendo a satisfação para milhares de pessoas em todo o país.

E não é por menos. A empresa conta com profissionais liberais altamente capacitados na matéria de revisão de contratos e tem o respaldo de personalidades como Joel Datena, apresentador do Grupo Bandeirantes e porta-voz da marca em merchandisings nos principais canais de comunicação, tornando-se referência no mercado.

COMO FUNCIONA?

Com uma metodologia descomplicada e eficaz, a empresa garante a redução e quitação do financiamento veicular no valor estabelecido em contrato, independentemente dos resultados das negociações e sempre respeitando integralmente os termos contratados, até mesmo em casos de busca e apreensão.

Para iniciar o atendimento, o cliente em situação de inadimplência ou insatisfeito com os juros do seu financiamento só precisa entrar em contato com a central pelo 0800 ou pelo atendimento via WhatsApp, e pode realizar uma simulação gratuita de redução de dívida. E caso opte por prosseguir, é aberto o processamento, efetuando uma ação revisional dos juros.

O QUE É UMA AÇÃO REVISIONAL DE JUROS?

Há a quem recorrer. Com a PREMIUM SOLUÇÕES FINANCEIRAS é possível ter mais controle sobre suas finanças e evitar endividamentos desnecessários. A ação de revisão de juros é um instrumento de análise legítimo utilizado quando há suspeita de que os juros aplicados estejam acima dos limites legais ou sejam considerados abusivos.

Por meio desse processo os consumidores podem revisar as taxas em contratos financeiros como empréstimos, financiamentos de veículos e imóveis, cartões de crédito, entre outros. Assim, a ação revisional não apenas proporciona alívio imediato nas finanças, mas também contribui para o reequilíbrio financeiro a longo prazo.

QUAIS SÃO AS SITUAÇÕES QUE JUSTIFICAM UMA AÇÃO REVISIONAL DE JUROS?

Existem diversas situações que podem justificar o ingresso com uma ação revisional de juros. Entre as mais comuns, destacam-se:

  • Juros abusivos: quando as taxas aplicadas são muito superiores às praticadas pelo mercado e pelo estipulado pelo Banco Central, o que configura excesso por parte da instituição financeira. A ação revisional visa combater essa prática, buscando a redução desses encargos.
  • Falta de transparência: o contrato não tenha sido apresentado de forma clara e compreensível ao consumidor, dificultando a compreensão das cláusulas relacionadas aos juros. A ação revisional também pode ser acionada para esclarecer e exigir transparência por parte da instituição financeira.
  • Cobranças indevidas: a revisão também é válida quando há cobranças de taxas não acordadas ou não previstas em contrato, caracterizando práticas indevidas por parte da instituição. Há neste caso o reforço do contrato estipulado previamente.

DÊ UM BASTA AOS JUROS ABUSIVOS

Equilíbrio financeiro para todos, a CONSULTORIA PREMIUM SOLUÇÕES FINANCEIRAS contribui para promover a justiça financeira e um mercado mais ético e transparente. Todos podem entrar em contato hoje mesmo, reequilibrar as finanças e dar adeus aos juros abusivos!

Para mais informações: www.consultoriapremium.com.br

Instagram: https://www.instagram.com/consultoriapremiumsf?igsh=MWE1YjlmbzJvM2Zmcg==

Continue Reading

Notícias Corporativas

Conversar sobre dinheiro é motivo real para separação de casais

Published

on

By

Segundo levantamento realizado pelo Itaú Personnalité – em parceria com o Instituto Locomotiva – com pessoas de alta renda (individual mensal de mais de R$ 10 mil), mesmo aqueles que declararam ter conhecimento avançado ou se consideram especialistas em finanças, 41%, ainda mantêm aplicações apenas na caderneta de poupança.  Entre os investidores, 39% têm dinheiro na poupança; e dos que têm perfil arrojado, que está mais propenso a tomar risco, 27% mantêm recursos aplicados na poupança. 

Oito em cada dez brasileiros que responderam à pesquisa se consideram preparados financeiramente para o futuro de maneira adequada, e 93% deles afirmam ter objetivos em curto, médio e longo prazo. No que diz respeito ao gênero, mais mulheres do que homens demonstram interesse em aprender sobre finanças, 43% contra 34% do público masculino.  

Conversar sobre dinheiro e pagamentos com o cônjuge pode resultar em problemas de gravidades diversas, desde uma discussão até a separação do casal. Segundo pesquisa realizada pela plataforma Meu Compromisso, 36% dos casais brigam ao falar sobre dinheiro, pelo menos uma vez por semana. De fato, o dinheiro é o quarto maior motivo de pedidos de separação. 

Para Fernando Lamounier, educador financeiro e diretor da Multimarcas Consórcios, a poupança ainda é um meio seguro de investimentos, assim como os consórcios. 

“Ao capacitar o consumidor com conhecimentos e habilidades financeiras, há a formação de uma geração de poupadores conscientes, capazes de enfrentar os desafios econômicos com confiança e responsabilidade, além de contribuírem para a economia do país. Logo, não pode ser subestimada, pois cria uma base sólida para o sucesso financeiro e contribui para uma sociedade mais financeiramente saudável”, afirma. 

Entretanto, poucos realmente se organizam financeiramente, de acordo com indicadores elaborados pela instituição bancária. Apenas dois em cada dez respondentes estão no patamar considerado de alto planejamento financeiro. O índice avalia comportamentos financeiros recomendáveis como estabelecer metas de longo prazo, controlar ganhos e despesas, formar reserva emergencial e aposentadoria. É claro que para isso não se pode estar inadimplente.  

Segundo Lamounier, as conversas francas sobre finanças do casal e sobre a rotina de receitas e despesas devem acontecer mesmo antes do casamento, assim ambos saberão como construir melhor  um planejamento financeiro. Para ajudar os casais, o educador financeiro separou algumas dicas:  

Organização Financeira: 

Separação da renda em três partes: trata-se da regra dos 50%, dos 30% e dos 20%. O conceito ajuda na organização das finanças e prioriza as despesas mais importantes, evitando o endividamento. A regra financeira é simples: 50% devem ser destinados a gastos fixos e essenciais, 30% aos variáveis e que podem ser cortados caso necessário e 20% devem ser investidos ou compor um fundo de reserva.  

Para entender melhor a regra, o especialista fez uma simulação com um salário de R$ 2 mil. “Com essa renda por mês você consegue separar R$ 1 mil para gastos fixos, R$ 600,00 com gastos variáveis e R$ 400,00 para investimentos ou reserva de emergencia”.  

Acompanhar de Perto as Receitas e as Despesas: 

Ter o controle rigoroso de todo o montante monetário do casal é fundamental para poder se manter sempre no azul: “Identificar os pontos de melhoria,  analisar o mercado e traçar os seus objetivos é o básico para o planejamento anual, assim você estará preparado para longos períodos e evitará endividamentos”

Priorizar pagamentos à vista: 

Para quem não se planejou, mas pretende quitar ou manter as contas em dia, é necessário se  lembrar de que os pagamentos à vista geralmente oferecem descontos razoáveis, valendo negociar e efetuar o pagamento. O uso do cartão de crédito e do limite da conta corrente são valores que devem ser utilizados de maneira emergencial.

Continue Reading

Trending

Copyright © MoneyFlash - Todos os Direitos Reservados. Site Parceiro do Terra