Barra
Connect with us

Business

“No meu motel gays são muito bem vindos”, declara empresária do ABC

Published

on

Debora Kiyomura se manifestou após caso de homofobia com concorrente em São Paulo 

 

Por incrível que pareça, ainda recebemos casos envolvendo preconceito e homofobia. J.P.Oliveira, professor universitário de 36 anos sentiu-se constrangido ao dar entrada em um motel na zona oeste de São Paulo. Acompanhado de seu namorado, ao entrar na recepção do motel, foi avisado pela recepcionista que após solicitar a carteira de identidade de ambos, que haviam mais quartos disponíveis no motel naquele período.

Desconfiado, JP, entrou e saiu do motel e observou que o casal que estava no carro, atrás do seu, passou pela recepção e deram entrada em uma das suítes.

Apesar do constrangimento, JP e o namorado decidiram ir embora e ir para um outro motel próximo e não quis tomar providências sobre o assunto.

Há um tempo, um professor de musculação, ganhou na Justiça um processo por danos morais contra um motel na cidade de Rio Branco (Acre). Segundo o G1, o professor e o namorado entraram no quarto do estabelecimento e foram informados por um funcionário que deveriam se retirar e que não era permitida a permanência de dois homens na mesma suíte. Após a situação constrangedora, o professor entrou com uma ação na Justiça e venceu:

“Precisei ter forças e lutar pelos meus direitos. Tive a minha moral afetada. Disseram que era proibida a permanência de dois homens no mesmo quarto, eu saí sem nenhum problema e tentei procurar a direção para saber o motivo dessa resistência, mas se negaram a conversar comigo. Meu namorado e eu nos retiramos e registrei um Boletim de Ocorrência para então abrir o processo”, explicou o professor de musculação que venceu a ação na Justiça.

A empresária Debora Kiyomura, responsável pelo motel Champanhe que existe há 35 anos em Santo André, ao tomar conhecimento do caso se manifestou:

Acredito que um dos pilares da minha criação sempre foi o respeito pelo próximo, sendo assim, todas as pessoas independentes de religião, etnia, classe social, orientação sexual, gênero, etc., são iguais, e merecem ser tratadas com respeito e dignidade, e sempre foi a base do Motel Champanhe e toda nossa equipe atende esse público que adoramos, de uma forma bem natural.  Nosso objetivo é que os hóspedes tenham uma excelente experiência, com conforto e qualidade; Aqui  eles tem a oportunidade de escapar da rotina, comemorar as datas importantes e relaxar conosco.

É lamentável saber que existe ainda esse tipo de preconceito, todo mundo merece respeito, dignidade, e liberdade para frequentar aonde quiser e os gestores do empreendimento tem a missão de prepara muito bem sua equipe em relação à recepção de seus clientes“, declara a empresária Debora Kiyomura, que está a frente de um dos motéis mais tradicionais da região do ABC.

Conversamos com Dr. Celso Pereira (@celsopereira.adv), advogado que nos esclareceu e declarou tratar-se de crime de homofobia:

O fato de a atendente do motel mentir ao casal homossexual, ao dizer que não haviam quartos disponíveis, permitindo, logo em seguida a saída desses, a entrada de um casal heterossexual, os quais estavam logo atrás dos ofendidos, pode ser enquadrado como crime de homofobia:

“Apesar de ainda não existir legislação específica sobre o tema, o Supremo Tribunal Federal por meio de julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO) 26 e no Mandado de Injunção 4.733, equiparou o crime de homofobia aos crimes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, tratados na Lei 7.716 de 05/01/1989.

Os ofendidos poderiam ter se deslocado à Delegacia de Polícia, lavrado boletim de ocorrência e, no caso de abertura de inquérito policial, bem como de ação penal, a pessoa que praticou a ofensa poderia ser condenada, a depender das provas apresentadas no processo, a uma pena de reclusão de um a três anos e multa, sem prejuízo do ajuizamento de uma ação na esfera Cível, pleiteando o recebimento de danos morais em face do Motel e da funcionária que praticou o ato”, declara o advogado.

Continue Reading
Advertisement

Business

Empresa de contabilidade e gestão empresarial é destaque no mercado

Published

on

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

NR Martins já atendeu milhares de clientes em quase 30 anos de história, e segue sendo um dos principais nomes no ramo contábil

Abrir e administrar uma empresa no Brasil pode ser um tema complexo. Documentos, impostos, cálculos, contabilidade, dentre outros assuntos. Tudo isso pode parecer um bicho de sete cabeças para o novo empreendedor, e por isso a necessidade de contar com uma empresa especialista no assunto para ajudar e auxiliar no processo.

No mercado há quase 30 anos, a NR Martins Gestão Empresarial e Contábil é referência quando o assunto é contabilidade. Atendendo milhares de clientes nesses anos, a empresa presta serviços e soluções rápidas e claras nos âmbitos: contábil, fiscal, trabalhista e societário.

Transmitindo confiança para que o cliente confie sua empresa, a NR Martins Gestão Empresarial detém diversos cases de sucesso em seu extenso currículo, criando um nome sólido no mercado das empresas contábeis.

Dentre seus principais serviços oferecidos estão: Abertura de empresa, contabilidade para e-commerce, contabilidade para comércio e serviço, contabilidade para produtores digitais, e contabilidade para influencers.

Com profissionais que cuidam com total atenção e responsabilidade das empresas, a NR Martins Gestão Empresarial e Contábil fornece a prestação de serviços adequada ao seu negócio.

Através do Facebook da empresa https://www.facebook.com/contabilidadenrmartins, ou pelo Whatspp: (11) 91266-1057, é possível entender mais sobre os serviços prestados, e também conhecer mais sobre a NR Martins.

Continue Reading

Business

Conheça o advogado que defende a imagem dos artistas nas redes sociais

Published

on


Nomes como MC Kevinho, Menos é Mais, Xamã, Dilsinho, Ferrugem e Xande de Pilares, Kekel, Bom Gosto compartilham não apenas o sucesso nacional e a influência na música brasileira, mas também um advogado em comum: José Estevam Macedo Lima, conhecido como o “Xerife das redes sociais”. Este título foi atribuído pelos próprios fãs dos artistas que ele assiste durante crises de reputação na internet.

Formado pela PUC do Rio de Janeiro em 1999, o advogado revela ter atuado em várias áreas do Direito, incluindo Direito Penal, Civil e Tributário. Essa perspectiva multidisciplinar proporcionou a base necessária para ele se dedicar à advocacia no mundo do entretenimento, pelo menos desde 2001.

Sua jornada teve início enquanto trabalhava com uma produtora que representava artistas reconhecidos nacionalmente, como a banda O Rappa. A partir desse momento, o ele se especializou na defesa de artistas e figuras públicas. Dr. Estevam observa que o aumento do uso das redes sociais tornou o trabalho mais desafiador ao longo dos anos.

“O crescimento da internet afeta cada vez mais pessoas. Antigamente, tínhamos crises de imagem, mas elas não se disseminavam tão rapidamente. Demoravam para acontecer, dependendo da circulação dos jornais. Hoje, é instantâneo e atinge milhões de pessoas em diferentes locais”, destaca.

José Estevam defende a área que ele chama de “Advocacia do Entretenimento”, que busca desmistificar a noção de que a internet e as redes sociais são uma espécie de “território sem lei”, onde as pessoas podem se esconder atrás de perfis falsos.

“É um processo de gestão de crises que começa com a remoção de perfis falsos, que promovem ataques e até ameaças de morte, e vai até o combate às fake news e tentativas de censura à liberdade de expressão dos artistas”, explica o advogado.

O trabalho do advogado de uma figura pública que enfrenta uma crise de imagem começa com a identificação da origem do problema, explica Estevam. Se o problema envolver questões legais, como fake news, o trabalho consiste em ajudar o artista a se posicionar e combater possíveis ataques.

“Quando ocorrem ataques, originados por indivíduos com a intenção de prejudicar, nós tomamos medidas legais, como uma queixa-crime. Se o crime envolver difamação ou calúnia, movemos uma ação penal privada, sempre visando remover o conteúdo prejudicial da internet”.

Para trabalhar com celebridades e figuras públicas, o ele enfatiza que a confiança e o respeito são fundamentais.

“É crucial sempre respeitar a privacidade do próximo e não invadir sua intimidade. O artista deve confiar no advogado, e vice-versa, pois toda relação é baseada em muita confiança. Enfrentamos todas as situações juntos”, destaca.

Continue Reading

Business

Chef Brito, do renomado restaurante Kiichi, cria pratos especiais para Páscoa

Published

on

“Estive no Kiichi e lembrei de você nesta Páscoa”. O renomado Chef Brito se inspira com esse slogan e acaba de criar pratos novos nesta Páscoa! Ele é irreverente, criativo e usa da arte da culinária japonesa para criar seus pratos inusitados para seu restaurante conceito: o Kiichi Jardins. 

Neste feriado não poderia ser diferente, pois o menu veio através de uma frase: “Estive no Kiichi e lembrei de você nesta Páscoa”. O chef, que é queridinho dos artistas, apresenta três inspirações:  O cardápio especial começa com a entrada composta de oito lâminas com carpaccio de atum selado, wakame e ovas de massago, com molho especial de limão, shoyo e azeite trufado.

Deu água na boca?  Então se prepare para o combinado de 20 peças  com sushis gourmet: duplas de camarão flambado marinado com vieiras, uramakis de camarão empanado, regatos com ovas de massago, duplas de nigiri com azeite trufado e com limão siciliano – todas as criações para a explosão de sabores e uma experiência única que promete encantar diferentes paladares. 

Uma rosa de salmão e cinco  fatias de atum convidam o cliente do Kiichi para o prato principal da Páscoa: bacalhau ao ponto, acompanhado de risoto verde de brócolis, mandioquinha, azeitona, tomatinhos e aspargos.

Pensou em uma Páscoa de sabores incríveis? Pensou no Kiichi – vale ressaltar que  esse cardápio é especial e sob encomenda apenas para a unidade Alameda Loren.

Além disso, só será servido entre os dias 29 e 31 de março- valor de R$350, por pessoa. Bebidas à parte. 

Serviços e Reservas até  o 28 de março: Instagram: @kiichirestaurante

Site: www.kiichi.com.br

Delivery: www.kiichidelivery.com.br/menu

Endereço:  -Kiichi Jardins: Alameda Lorena, 138- Jardim Paulista-São Paulo Tel/Whatsapp: 11 3051-3330.

AF Conexão – 11-94060-2582

Continue Reading

Trending

Copyright © MoneyFlash - Todos os Direitos Reservados. Site Parceiro do Terra