Barra
Connect with us

Business

O Brasil é Um dos Piores Lugares do Mundo para Empreender

Published

on

Mesmo com um mercado gigantesco e um povo cheio de ideias, empreender no Brasil pode ser um verdadeiro labirinto. Estudos importantes como o Índice de Facilidade de Fazer Negócios, do Banco Mundial, e o Relatório Global de Competitividade, do Fórum Econômico Mundial, colocam o Brasil numa posição nada invejável. Eles mostram como a burocracia, os impostos altos e os problemas de infraestrutura complicam a vida de quem quer abrir e manter uma empresa aqui. Além disso, a economia do país sobe e desce como uma montanha-russa, tornando tudo ainda mais imprevisível para negócios e investidores.

Mas será que tudo está realmente perdido? O contador e mestre em negócios internacionais, André Charone, que estudou Empreendedorismo em Países Emergentes na Universidade de Harvard, acredita que, com algumas mudanças importantes, como simplificar as regras para as empresas, rever os impostos e melhorar estradas e portos, o Brasil pode sim se tornar um lugar incrível para empreender.

“O Brasil tem tudo para ser um líder econômico global, só precisa ajustar os trilhos para que os negócios possam acelerar sem tantos obstáculos”, André Charone.

Labirinto Burocrático: A Complexidade que Atrasa os Negócios.

No Brasil, enfrentar a burocracia é como tentar sair de um labirinto sem fim, especialmente para quem está tentando dar vida a uma nova empresa. André Charone aponta que esse emaranhado de procedimentos e regulamentações não só atrasa a abertura de empresas, mas também faz com que os custos operacionais disparem. Em um cenário global onde agilidade e eficiência são fundamentais, essa realidade coloca as empresas brasileiras em uma posição desfavorável na corrida internacional.

Esse problema burocrático é tão sério que o Brasil figura na 124ª posição no Índice de Facilidade de Fazer Negócios, entre 190 países avaliados. Para se ter uma ideia do impacto disso no dia a dia das empresas, estudos apontam que, em média, são necessárias cerca de 1.500 horas por ano apenas para que uma empresa consiga cumprir com todas as exigências tributárias e fiscais do país. “Esse número exorbitante de horas dedicadas à burocracia não só consome um tempo valioso, mas também representa um custo elevado para as empresas, dificultando ainda mais a jornada de quem empreende no Brasil”, reforça Charone.

Carga Tributária Exorbitante e Complexidade Fiscal

No Brasil, lidar com os impostos é como tentar encontrar a saída de um labirinto especialmente complexo e cheio de armadilhas. As empresas se deparam com uma teia de taxas, contribuições e regras fiscais que frequentemente se contradizem ou se sobrepõem, tornando o sistema tributário brasileiro um dos mais complicados do mundo. André Charone ressalta que essa complexidade e a alta carga tributária não só reduzem os lucros das empresas, mas também as obrigam a buscar especialistas para não se perderem nesse emaranhado. Segundo o contador e mestre em negócios internacionais, isso eleva ainda mais os custos operacionais dos empreendimentos tupiniquins.

Para ilustrar o peso dessa carga, um estudo recente da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) revela que a carga tributária no Brasil é uma das mais elevadas entre os países emergentes, representando mais de 33% do Produto Interno Bruto (PIB). Esse índice coloca uma pressão enorme sobre as empresas, que precisam dedicar uma parcela significativa de seu tempo e recursos apenas para o cumprimento dessas obrigações fiscais

Infraestrutura e Logística: Desafios na Distribuição

A infraestrutura e a logística no Brasil trazem desafios significativos para as empresas, impactando diretamente sua eficiência e elevando os custos de operação. Problemas como estradas em condições ruins, uma rede ferroviária limitada, e o alto custo de transporte são verdadeiras pedras no sapato para quem tenta fazer negócios no país. Estas questões não só aumentam as despesas com logística, mas também colocam um freio na capacidade das empresas de competir de igual para igual no mercado.

Dados indicam que o Brasil gasta apenas uma fração do que seria necessário em infraestrutura, com cerca de 2% do seu Produto Interno Bruto (PIB) investido na área, enquanto especialistas recomendam um investimento de pelo menos 4% para atender às necessidades básicas de desenvolvimento. Segundo André Charone, essa deficiência se reflete diretamente no custo Brasil – um termo que descreve os diversos custos adicionais que as empresas enfrentam operando no país, incluindo, mas não limitado a, custos logísticos elevados. “Esses desafios infraestruturais e logísticos não apenas tornam mais caro fazer negócios no Brasil, mas também afetam a agilidade e a capacidade das empresas de servir seus clientes de maneira eficaz, sublinhando a urgente necessidade de investimentos e reformas nessa área”, ressalta o mestre em negócios internacionais.

Existe Luz no Fim do Túnel?

Apesar dos numerosos desafios que delineiam o cenário empresarial do Brasil, o país ostenta um potencial inegável para se tornar uma potência econômica. No entanto, para transformar esse potencial em realidade, é imperativo que sejam implementadas reformas estruturais profundas e coerentes. Segundo André Charone, as soluções passam necessariamente por uma reforma tributária completa e abrangente que verdadeiramente simplifique o sistema de impostos, tornando-o mais justo e menos oneroso para as empresas. Tal medida reduziria a complexidade e o custo associado à conformidade fiscal, incentivando assim o empreendedorismo e atração de investimentos.

Além disso, o contador destaca que uma reforma administrativa que modernize a máquina pública é essencial para desburocratizar os processos de abertura e gestão de empresas no país. Segundo ele, isso inclui a digitalização de serviços, a implementação de janelas únicas para processos empresariais e a eliminação de redundâncias regulatórias que hoje asfixiam o potencial empresarial. Investimentos maciços em infraestrutura e educação também se fazem necessários para garantir que as empresas possam operar eficientemente e que o país possa desenvolver o capital humano capaz de sustentar e expandir a inovação. A colaboração entre o setor privado e o governo é fundamental nesse processo, requerendo um comprometimento conjunto para uma visão de longo prazo do desenvolvimento econômico do Brasil.

Para Charone, a implementação dessas reformas não apenas criaria um ambiente mais favorável aos negócios, mas também posicionaria o Brasil como um líder atrativo no mercado global, capaz de competir de igual para igual com outras economias avançadas. O caminho para um Brasil mais próspero e inovador está claro. Agora, é essencial que haja vontade política e um esforço conjunto da sociedade para realizar as mudanças necessárias, garantindo assim um futuro econômico brilhante para o país.

Sobre o autor:

André Charone é contador, professor universitário, Mestre em Negócios Internacionais pela Must University (Flórida-EUA), possui MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria pela FGV (São Paulo – Brasil) e certificação internacional pela Universidade de Harvard (Massachusetts-EUA) e Disney Institute (Flórida-EUA).

É sócio do escritório Belconta – Belém Contabilidade e do Portal Neo Ensino, autor de livros e dezenas de artigos na área contábil, empresarial e educacional.

André lançou dois livros com o tema “Negócios de Nerd”, que na primeira versão vendeu mais de 10 mil exemplares. Os livros trazem lições de gestão e contabilidade, baseados em desenhos e ícones da cultura pop.

Instagram: @andrecharone  

Imagem: Consultório da Fama

Continue Reading
Advertisement

Business

Oito milhões de carros eletrificados: BYD alcança marca histórica em apenas quatro meses

Published

on

By

BYD alcança marca histórica em apenas quatro meses Greentech havia registrado produção de 7 milhões em março desse ano; no Brasil, BYD Song Plus DM-i ultrapassa volume de 10 mil unidades vendidas.

(05/07/2024) – A BYD consolida sua liderança global em veículos de nova energia ao ultrapassar a marca de 8 milhões de carros produzidos. Além do volume, chama atenção a velocidade do crescimento. Até alcançar a fabricação de um milhão de eletrificados, foram 13 anos. Em um ano bateu 2 milhões de unidades eletrificadas produzidas. O terceiro milhão chegou em seis meses e a companhia bateu 5 milhões em agosto de 2023. E logo em novembro, três meses depois, foi alcançado o novo recorde, de 6 milhões de carros eletrificados produzidos. Somados quatro meses, em março de 2024, a companhia bateu os 7 milhões de carros que saíram da linha de produção e mais quatro meses para o recorde máximo atual: 8 milhões de carros de nova energia entregues.

Com a forte expansão de sua presença no mundo nos últimos anos, a companhia está presente em mais de 400 cidades de 88 países em 6 continentes e, recentemente, inaugurou a mais nova fábrica na Tailândia. Somente no primeiro semestre de 2024, a greentech vendeu mais de 1,6 milhão de veículos eletrificados em todo o mundo, um aumento de 28% em relação ao ano anterior, reflexo de seu crescimento exponencial e que solidifica ainda mais a sua posição de destaque no cenário global.

No Brasil, a BYD se solidificou entre as 10 marcas automotivas que mais emplacam no país,
mantendo-se no ranking pelo terceiro mês consecutivo. Em junho, registrou 5.335 unidades emplacadas. Entre os 100% elétricos, a BYD garantiu a liderança novamente e domina mais de 65% do mercado, com 3.346 unidades emplacadas, mais do que todos os concorrentes somados (de novo).

O destaque do mês fica com o BYD Song Plus, o híbrido plug-in mais emplacado (1.911). Mais: o Song Plus ultrapassou a marca de 10 mil unidades circulando no país no acumulado de 2024, sendo o modelo PHEV que mais emplacou no mercado brasileiro.

Outra conquista relevante vai para o BYD King que, com apenas 6 dias no mercado, chegou à sexta posição no ranking dos sedãs mais emplacados no Brasil em junho, com 78 unidades que já ganharam as ruas.

“O mês de junho foi excelente para a BYD. Comemoramos um ano do lançamento do BYD Dolphin, o nosso modelo 100% elétrico que causou uma revolução no mercado automotivo brasileiro e virou referência, ao dar vida ao ʻEfeito Dolphinʼ, obrigando a concorrência a rever preços. Essa conquista reafirma que o brasileiro tem desejo de ter acesso a um veículo eficiente, inovador e que contribui para reduzir a emissão de poluentes”, celebra Alexandre Baldy, Vice-Presidente Sênior da BYD no Brasil.

Segundo o executivo, a marca segue sua estratégia de trazer para o país carros eletrificados com melhor custo-benefício e anuncia que, em breve, a BYD terá novas novidades que agitarão o mercado, como o lançamento de diversos outros modelos e sempre apresentando novas oportunidades que despertarão o interesse do consumidor brasileiro.

BYD Song Plus é o híbrido plug-in mais vendido do Brasil no acumulado de 2024

A BYD continuará o projeto de expandir a sua presença no mercado global, com sua tecnologia de ponta e seus produtos inovadores para atender às diversas necessidades de consumidores em todo o mundo.

ACUMULADO DO ANO

Entre janeiro e junho, a BYD ostenta mais de 72% do mercado de 100% elétricos e conta com 22.346 unidades emplacadas, acima do número alcançado em todo o ano de 2023. Na soma de carros 100% elétricos e veículos híbridos, são mais de 32.459 novos carros nas ruas do Brasil neste ano, um verdadeiro case de sucesso e a prova de que o brasileiro gosta sim de carros eletrificados.

BYD NAS LIDERANÇAS REGIONAIS

O mês das festas juninas também traz comemorações para a marca, por ter alcançado o top 3 do ranking de emplacamento geral nas cidades de Valinhos (SP), São José dos Pinhais (PR), Indaiatuba (SP), Resende (RJ), Natal (RN) e Mossoró (RN). Em Santana de Parnaíba (SP) a BYD foi a marca que teve mais veículos emplacados ante todas as outras, com 36 novos veículos circulando. Ainda, a BYD foi a terceira marca a emplacar mais carros no Rio Grande do Norte, acima de grandes nomes da indústria tradicional que ainda faz carros a combustão.

A BYD segue sua expansão pelo Brasil e pode comprovar que os carros elétricos já caíram no gosto do brasileiro. Levantamento feito pelo DataFolha mostra que 2 em cada 3 pessoas pagariam mais caro em carro elétrico para combater mudanças climáticas.

Sobre a BYD

Líder na comercialização de veículos elétricos no Brasil e consolidada na fabricação de tecnologia de energia solar, a BYD vem expandindo sua atuação no país, desde sua chegada em 2013. Compromissada em cuidar do planeta e investir na transição energética sem emissão de poluentes, a empresa possui em solo nacional fábricas de montagem de chassis de ônibus 100% elétricos e de produção de módulos fotovoltaicos, ambas em Campinas (SP). Tem também no Polo Industrial de Manaus (AM), uma unidade dedicada à produção de baterias de fosfato de ferro-lítio. Além disso, importa empilhadeiras, paleteiras, rebocadores e caminhões para o Brasil, todos 100% elétricos. Em novembro de 2021, começou a comercialização de automóveis de passeio no país e já conta com diversos modelos e uma rede consolidada de concessionárias em operação. No ano passado deu início ao projeto para a construção do Complexo de Camaçari, na Bahia, onde vai instalar a primeira fábrica de carros fora da Ásia. A companhia ainda é responsável por um projeto de SkyRail (monotrilho) na cidade de São Paulo (SP) (Linha 17 – Ouro do metrô). Eleita pela revista americana Times como uma das 100 empresas mais influentes do mundo, a BYD integra o Pacto Global das Nações Unidas (ONU), uma iniciativa que fornece diretrizes para a promoção do crescimento sustentável e da cidadania, por meio de lideranças corporativas comprometidas e inovadoras

Continue Reading

Business

Campanha Nacional de Doação de Sapatos para APAEs – Seu Pezinho virou Pezão

Published

on

By

Na última semana, o Hotel SJ Premium Goiânia foi palco de um encontro que vai mudar a vida de milhares de crianças, a Dra. Mírian Queiroz, Procuradora Geral Fenapae e Representante da Apae Anápolis, Cacilda, Representante Apae Teresina e Walkíria Calixto, CEO Pezinho e Cia assinaram o compromisso e oficializaram a campanha nacional de doação de sapatos, “Seu pezinho virou pezão”, em parceria entre a Pezinho e Cia e as APAEs de todo o país.

Espera-se arrecadar mais de 2500 pares de sapatos superando a meta de 2023.

A campanha “Seu Pezinho Virou Pezão” tem como objetivo arrecadar calçados infantil e infantojuvenil, novos e seminovos, em bom estado de conservação, para serem doados. Serão 33 pontos de coleta espalhados por todo o Brasil, em que os sapatos serão triados, limpos e embalados. Em seguida, serão encaminhados para as diversas APAEs, e, então, destinados às crianças. As doações poderão ser feitas a partir do dia 19 de junho em qualquer loja do Pezinho e Cia em todo o território nacional.

O projeto nasceu da vontade da CEO Walkiria Calixto de criar uma ação que abraçasse a sociedade: “Após quatro décadas atuando no mercado infantil, sentimos o desejo de retribuir à comunidade parte do que recebemos ao longo desses anos. Por isso, decidimos unir esforços com outras pessoas e organizações que compartilham desse propósito social. Com essa parceria com a APAE, vamos garantir que nossas doações cheguem às mãos de quem realmente precisa. Estamos empolgados para ver a participação da comunidade nessa iniciativa e também envolver a indústria de calçados infantis, uma vez que somos uma das maiores compradoras do setor no país. Uma simples doação pode transformar o dia a dia de uma criança, oferecendo-lhe uma base mais segura para caminhar em direção a um futuro melhor”.

Continue Reading

Business

Evento Imersão 6D em São Paulo: Dr. Gabriel Longuini marca novo capítulo na medicina

Published

on

Evento alcança máximo sucesso e impacta profundamente a comunidade médica


O Dr. Gabriel Longuini fez história nesta segunda-feira (01/07) durante a sexta edição da Imersão 6D em São Paulo, marcando o evento com uma entrada digna de grandes produções cinematográficas. Na parte da manhã, ele chegou ao local de helicóptero, atraindo aplausos e entusiasmo dos presentes em Alphaville.

Dr. Gabriel Longuini (Foto: Instagram)

O evento, que atingiu sua capacidade máxima, destacou-se como um marco significativo para médicos de todo o país. Conhecido por sua abordagem inovadora, Dr. Longuini compartilhou diversos momentos do evento em suas redes sociais, refletindo o sucesso e a grandiosidade da ocasião.


A Imersão 6D, liderada pelo Dr. Gabriel Longuini, capacita médicos de todo o país a atingir novos patamares de excelência profissional e realização pessoal. Este evento tem sido um dos tópicos mais comentados entre os profissionais de saúde nas últimas semanas. Destinado a médicos que já possuem uma renda superior a 30 mil reais, a Imersão 6D visa multiplicar seus lucros mensais através de técnicas comprovadas.


A Dra. Laisa Daian, médica tricologista, é um exemplo claro do impacto positivo do evento. “A imersão alinhou nossos protocolos, precificação e fluxo de caixa, além de fornecer orientações jurídicas essenciais. O atendimento da equipe melhorou, implementamos um manual operacional e bonificações que resultaram em um serviço de excelência. Nosso faturamento praticamente triplicou, melhorando a qualidade de vida da minha família e a minha”, afirma. Hoje, sua clínica opera de forma eficiente, permitindo-lhe mais tempo para a vida pessoal.


A Imersão 6D nasceu das aulas de empreendedorismo ministradas pelo Dr. Longuini durante nove anos em uma renomada instituição de ensino na América Latina. Inspirado pelo impacto positivo de suas aulas, ele lançou o primeiro evento imersivo, que evoluiu para o GL Club, um Programa de Mentoria e Ensino reconhecido pelo MEC.


“Na Imersão 6D, os médicos aprendem a se posicionar de forma estratégica, a transformar conhecimento em produtos impactantes e a precificar seus serviços adequadamente. A ideia é mostrar que atender menos pacientes, de maneira mais eficiente e com maior impacto, pode gerar melhores resultados tanto para o médico quanto para o paciente”, explicou Dr. Gabriel Longuini.


Com essa visão inovadora, o Dr. Longuini continua a transformar carreiras e a promover um novo paradigma na prática médica no Brasil.

Continue Reading

Trending

Copyright © MoneyFlash - Todos os Direitos Reservados. Site Parceiro do Terra