Barra
Connect with us

Geral

O que é Coloração e como ela pode ajudar o seu Marketing? por Germano Michelon Santos

Published

on

O que é Colorização ou Coloração?
Chances são que vários de vocês que abriram essa matéria nunca ouviram falar
sobre o termo Color Grading ou Colorização no sentido que vamos abordar hoje. E
normalmente esse é mesmo um assunto que pode ser incomum se você não faz
parte da comunidade de Diretores, Diretores de fotografia, produtores, roteiristas e
toda essa galera que ajuda a criar filmes, publicidades e videoclipes.
No entanto, uma produção audiovisual em movimento é separada em 3 etapas: a
pré-produção, a produção e a pós-produção. Na pré-produção é onde
principalmente a galera de pesquisa e de roteiro entra em ação. É onde o
orçamento para a produção é criado e também onde toda a preparação para as
gravações acontecem. A produção é justamente onde a equipe vai para o set
verdadeiramente apertar o botãozinho vermelho REC na câmera, orientar os atores
e bater claquetes. Ou seja, onde as gravações realmente acontecem.
Já a Pós-Produção (o foco dessa matéria e também da minha carreira) é onde
temos que lidar com todos os arquivos da filmagem digital ou, caso a produção
tenha escolhido filmar em película, todos os rolos de filmes da filmagem analógica.
E isso inclui sim a edição e montagem, a criação da trilha sonora, o tratamento de
áudio, os efeitos visuais digitais (o famoso CG), e também finalmente a
Colorização(ou Coloração).
A colorização nada mais é do que fazer as imagens que saem das câmeras ficarem
realmente bonitas, e o conceito de beleza, quando falamos da parte visual de um
projeto, é cheio de variáveis: o gosto dos envolvidos nas decisões de fotografia e
cor, o público para o qual o produto audiovisual é direcionado, a iluminação da cena,
a sensação que se deseja passar, etc.
Então apesar de extremamente técnico (uma forte candidata a uma das artes mais
técnicas que existem), é um trabalho principalmente artístico. Imagine como filtros
de redes sociais em esteróides e feitos por profissionais. Basicamente se você
assiste TV, séries ou até videoclipes, você já viu o trabalho de um colorista em ação.
É só pensar como normalmente jornais de TV do meio-dia (onde não há trabalho de
cor) têm pior qualidade visual do que o filme que passa no final da noite (onde há
trabalho de cor).
Matéria 2
Como o Color Grading pode afetar o seu marketing?
Vários são os editores de vídeos que também trabalham com cores por aí.
Honestamente, de começo até eu ficava dividido entre edição e colorização. No
entanto, esses costumam não ser tão bons em coloração, e também não tão bons
em edição. Quando focamos em muita coisa, acabamos não focando em nada.
Eu trabalho com essa arte há pouco mais de meia década, e há 1 ano comecei a
precisar contratar outros coloristas. Hoje em dia, a Vertigo Color tem 5 coloristas.
Entre os estilos de filmes que mais trabalhamos estão os publicitários.
Em meio a própria identidade visual da empresa, também é comum que parte da
primeira reunião com o nosso cliente (normalmente produtoras de filmes) falemos
sobre o motivo da peça publicitária existir, pra começar, o público para a qual ela é
destinada e também referências visuais para o resultado que imaginam. Porque
afinal, se o objetivo é fazer com que as pessoas sintam confiança, seriedade,
diversão, fome, ou qualquer que seja a sensação, chances são que as nossas
decisões em relação às cores se tornem diferentes.
A psicologia das cores é real sim. Vários são os estudos que comprovam que nosso
cérebro interpreta cores e tende a gerar sensações com base nelas. Dito isso, a
colorização é sim um dos mais importantes passos para que um filme publicitário
realmente atinja da maneira desejada o seu público. Ela pode ajudar a destacar
seus conteúdos, criar identidade visual para o seu projeto e melhorar a qualidade
visual das suas mídias. Com o Color Grading, você pode criar conteúdos mais
visuais e atraentes para o seu público-alvo. Isso ajudará você a obter melhores
resultados para o seu marketing e a ter sucesso com o seu projeto.
Então, sempre que for contratar uma produtora de filmes para a sua publicidade,
tenha a certeza de que um colorista de qualidade está trabalhando por trás. Ele
pode sim aumentar o efeito psicológico que o seu marketing causa.

Continue Reading
Advertisement

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Fundação Paulistana: Vinte anos transformando vidas e criando oportunidades

Published

on

A Fundação Paulistana de Educação, Tecnologia e Cultura, entidade da administração indireta da Prefeitura de São Paulo, vinculada à Secretaria de Governo Municipal, está celebrando 20 anos de atuação.

Foto: Felipe Damper


Sua missão é promover a educação profissional, o trabalho e a cultura, visando o desenvolvimento social, cultural, tecnológico, territorial e econômico solidário, especialmente nas áreas mais periféricas da cidade de São Paulo.
Ao longo dessas duas décadas, a Fundação Paulistana tem sido um pilar essencial para a formação profissional e a inserção no mercado de trabalho de milhares de paulistanos.


Suas atividades de ensino, pesquisa e extensão alinham-se com as demandas da população e as políticas públicas do Executivo Municipal, contribuindo significativamente para o desenvolvimento metropolitano.

Parcerias Estratégicas e Iniciativas Transformadoras


Uma das recentes conquistas da Fundação Paulistana é a renovação da parceria com o Instituto Capim Santo para o programa Cozinha Escola. Este programa, focado no eixo da gastronomia, visa capacitar 4.000 munícipes através de cursos, workshops e treinamentos práticos. A iniciativa busca desenvolver habilidades essenciais para ingressar no mercado de trabalho e fomentar o empreendedorismo no setor gastronômico.


“Estamos muito entusiasmados em renovar nossa parceria com o Instituto Capim Santo para capacitar mais munícipes na área da gastronomia,” afirma Juliano Pasqual, diretor geral da Fundação Paulistana.


Liderança e Compromisso


Juliano Pasqual, que recentemente assumiu a direção geral da Fundação Paulistana, tem sido uma força motriz na ampliação e fortalecimento das iniciativas da instituição. Com uma visão estratégica e um profundo compromisso com a inclusão social e a geração de oportunidades, Pasqual tem liderado a Fundação em uma nova era de crescimento e impacto social.

“A assinatura desses termos representa um passo significativo na nossa missão de preparar os cidadãos de São Paulo para os desafios do mercado de trabalho,” destaca Pasqual.
 
O Futuro: Qualificação e Desenvolvimento


Com um investimento público de R$ 48 milhões destinado a projetos de qualificação profissional, a Fundação Paulistana está preparada para continuar sua trajetória de sucesso, oferecendo cursos gratuitos em diversos setores, como Comércio e Varejo, Economia Criativa, Indústria, Saúde, Tecnologia e Inovação, entre outros. A expectativa é que essas ações resultem na certificação de milhares de munícipes, promovendo a elevação de suas competências técnicas e comportamentais e garantindo sua inserção produtiva no mercado de trabalho.


São Paulo: A Cidade das Oportunidades


Com iniciativas como estas, a Fundação Paulistana reafirma seu compromisso em transformar vidas e reduzir desigualdades, consolidando São Paulo como a cidade das oportunidades. A parceria sólida com a Prefeitura de São Paulo é fundamental para o sucesso de seus projetos, permitindo que cada vez mais paulistanos tenham a chance de alcançar seus sonhos e construir um futuro melhor.


Para mais informações sobre os programas e iniciativas da Fundação Paulistana, visite nosso site ou siga-nos nas redes sociais.
 
AF Conexão- jornalista responsável Andrea Feliconio.

Continue Reading

Geral

SIS oferece curso de qualificação para professores

Published

on

By

Realizado no começo de junho, o programa terá mais de 10 opções de cursos para os profissionais da educação

 Nesta sexta-feira (07), a Swiss International School (SIS), um dos maiores e mais antigos conglomerados de educação privada europeu, promove o evento Professional Development para os mais de 200 docentes brasileiros do grupo. A iniciativa ocorre no Windsor Barra Hotel, localizado no Rio de Janeiro, com direito a uma série de workshops pensados para o aprimoramento, formação e qualificação dos professores. 

A abertura contou com uma sessão de boas-vindas conduzida por Carolina Vieira, CEO do grupo SIS Brasil. Depois disso, haverá uma palestra “Inteligência Artificial em Sala de Aula”, que terá como porta-voz a jornalista e especialista em inovação Dora Kaufman. Dora tem como missão inserir a IA em temas críticos à sociedade e é  professora do Programa Tecnologias da Inteligência e Design Digital da Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (TIDD PUC-SP).

Após a palestra, os professores seguirão para a Escola Nova by SIS,  para o início de mais um módulo de treinamento, que terá uma série de atividades e workshops pensados nas tendências atuais. Cada professor escolheu três cursos diferentes para participar. Os workshops contam com especialistas convidados, oferecendo um momento aprofundado de aprendizado. Os cursos permeiam diversos temas e repertórios que visam contribuir para a formação docente, entre eles: 

  • Desafios na sala de aula: pensando as relações no processo ensino-aprendizagem;​
  • Sustentabilidade e ESG​;
  • Infância e a dimensão estética;
  • Criança, Tecnologia e Arte; ​
  • Gamificação​;
  • Mindfulness e a comunicação não violenta para educadores​;
  • Bilinguismo e diferenciação​;
  • Raising students outcomes in writing (Melhorar os resultados na escrita dos estudantes).

Carolina Vieira destaca a intenção de fortalecer o ensino e os vínculos estudantis: “O Professional Development foi pensado para melhorar a formação do nosso corpo docente, transformando nosso ensino e aprofundando as relações entre os profissionais, para um ensino mais entrosado e atualizado”.

A SIS Swiss International School é um grupo colegial com unidades na Suíça, Alemanha e Brasil. Com um ensino voltado para a formação de alunos bilíngues, as escolas são qualificadas com o IB Diploma, um certificado reconhecido em diversas universidades ao redor do mundo. 

Continue Reading

Geral

Amor e Autismo: neurologista Dr. Matheus Trilico explica os desafios e possibilidades nos relacionamentos amorosos

Published

on

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) não é um impedimento para a vida amorosa. Independentemente do grau do TEA, relacionamentos afetivos são possíveis e podem ser experiências incríveis e enriquecedoras. No entanto, é fundamental respeitar as vontades e necessidades individuais de cada pessoa, pois nem todos com TEA desejam se envolver romanticamente.


Adultos com TEA podem enfrentar desafios únicos em seus relacionamentos amorosos, como dificuldades na comunicação e interação social.


“Para um relacionamento saudável e duradouro, é essencial estabelecer uma comunicação clara e objetiva. Isso ajuda a fortalecer os laços do casal e a evitar mal-entendidos”, explica o Dr. Matheus Trilico, neurologista referência em Autismo e TDAH em adultos no Brasil. “


Além da comunicação, o neurologista ressalta que o respeito mútuo e o consentimento são pilares fundamentais em qualquer relacionamento, especialmente quando um ou ambos os parceiros têm TEA. É importante estabelecer regras e limites claros, levando em consideração as necessidades sensoriais e emocionais de cada indivíduo.


Segundo Dr. Matheus, por exemplo, se um parceiro com TEA tem dificuldade com contato físico prolongado, é essencial que o outro parceiro respeite esses limites e encontre formas alternativas de demonstrar afeto, como palavras de carinho ou gestos claros.


“A interação social também desempenha um papel crucial nos relacionamentos amorosos. Para pessoas com TEA, expressar sentimentos pode ser um desafio, por isso é importante criar um ambiente seguro e acolhedor onde ambos os parceiros se sintam à vontade para compartilhar suas emoções e pensamentos”, enfatiza o neurologista, que é referência no assunto.

O médico fala também que, nos últimos anos, tem havido uma maior conscientização sobre as necessidades dos adultos com TEA, o que levou ao desenvolvimento de serviços e produtos específicos para esse público. Os aplicativos de relacionamento, por exemplo, podem ser uma ferramenta útil para conectar pessoas com interesses e experiências semelhantes, permitindo uma compreensão mútua antes mesmo do contato físico.


Dr. Trilico cita o exemplo de Sarah (nome de paciente fictício), uma mulher de 28 anos com TEA: “Ela conheceu parceiro atual através de um aplicativo de namoro, pois era impensável iniciar um relacionamento conversando diretamente com a outra pessoa. Finalmente, quando se encontraram fisicamente, a surpresa foi grande. Ambos estavam no espectro! Sarah disse ter sido reconfortante saber que estavam na mesma situação desde o início e que podiam ser eles mesmos, sem medo de julgamentos”.
 
Para Dr. Matheus não há uma fórmula única. Cada indivíduo e cada relacionamento é único. O mais importante é ser fiel a si mesmo, respeitar seus próprios limites e se abrir para a conexão emocional em seu próprio ritmo.


“O amor é a base da vida. E com atitudes positivas e entendimentos verdadeiros, os relacionamentos serão uma experiência única e de crescimento mútuo. Viva do Dia dos Namorados”, completa o neurologista.

Dr. Matheus Luis Castelan Trilico – CRM 35805PR, RQE 24818.


– Médico pela Faculdade Estadual de Medicina de Marília (FAMEMA);


– Neurologista com residência médica pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC-UFPR);


– Mestre em Medicina Interna e Ciências da Saúde pelo HC-UFPR;


– Pós-graduação em Transtorno do Espectro Autista.

Continue Reading

Trending

Copyright © MoneyFlash - Todos os Direitos Reservados. Site Parceiro do Terra